................ ................ ................ ................

série { preço } : 1. calculando os gastos com materiais

Por Cissa Chiarini

Oba! Essa é a primeira série do Assim,Sim! e o tema escolhido foi um dos mais pedidos na pesquisa que fizemos com vocês e nos comentários aqui no blog: PREÇO e tudo o que envolve essa questão! O que vou compartilhar com vocês é como adaptei os meus conhecimentos em formação de preços e finanças para um handmade business, especificamente para o Cupcake Hortelã. Então depois de ler essa série pegue a sua calculadora (sim, ela!) e quebre a cabeça para fazer as adaptações para o seu negócio e seus objetivos!

Apesar de ser de extrema importância para o seu negócio, calcular o preço de custo além de não ser muito simples, é bem específico. Existe uma fórmula básica, que não é a perfeita para todo mundo, que não me agrada muito, mas pode ser um começo:

material + seu trabalho + custos fixos = preço de custo
preço de custo + lucro = preço de atacado
preço de atacado X 2 = preço de varejo

Nesse caso, o { lucro } e { x2 } vai depender de muitas variáveis como a demanda de clientes pelo seu produto, a criatividade e o seu diferencial, a força da sua marca, sua estratégia de posicionamento... entre outras questões que pretendo abordar mais pra frente! Mas, de qualquer forma, é você que vai me dizer se o seu 2 pode ser um 3, 4, 5 ou se ele precisa ser (por enquanto!) um 1,5 ou 1,2 ou 1!

E como eu faço no Cupcake Hortelã? Na minha adaptação eu ignorei algumas variáveis e talvez eu seja massacrada pelos administradores por ter tomado essa decisão! Mas é o que está funcionando bem para o meu negócio e eu tenho certeza que o meu preço final cobre todos os meus custos e ainda me dá uma margem de lucro que acredito ser justa para nós e para nossos clientes!

Vamos começar?

{ conheça o gizoca . um ateliê fofo, exemplo de empreendedorismo }

GASTOS COM MATÉRIA-PRIMA
Esse é o primeiro passo e você terá que usar toda a paciência que você tiver (e talvez mais um pouquinho!), porque é um cálculo minucioso... também vai precisar resgatar tudo o que aprendeu sobre regra de três na escola e, dependendo do caso, cálculo de áreas também.

No caso do Cupcake Hortelã, é mais fácil calcular esse valor porque eu e a Helô usamos basicamente novelos de lã e linha e, uma vez ou outra, botões, rendas e fitas de cetim! Então vamos pensar num exemplo um pouco mais elaborado: um estojo de tecido que tem zíper, botões fofinhos de detalhes, é forrado com plástico, tem pingente no zíper, etiqueta com a sua marca, viés no acabamento e tecido importado!

Sua organização também será essencial... você vai precisar encontrar o melhor método para você registrar o preço de cada material! No nosso exemplo você precisaria saber o preço unitário do zíper, de cada botão, do pingente e da sua etiqueta:

zíper... R$ 1,20
botões... R$ 1,00 cada, se você usou 3 = R$ 3,00
pingente... R$ 0,50
etiqueta... R$ 0,40

E precisaria saber o valor do metro do viés e do metro quadrado do forro e do tecido importado! Fórmulas matemáticas, não tem jeito! Calcule o valor do metro do viés e do metro quadrado dos tecidos e do forro... e o quanto você gastou desses materiais nesse produto! Lembra da paciência, da regra de três, cálculo de área? É hora de recordar...

Vamos supor que você tenha chegado a esses valores:

viés... R$ 0,20
tecido... R$ 2,17
forro... R$ 0,77

total do custo com matéria-prima :: R$ 8,24

GASTOS COM EMBALAGEM, TAGS E OUTROS
Agora é hora de listar o material que você usa para embalar os seus produtos e usar o mesmo cálculo de antes! Um exemplo:

embalagem do produto... R$ 0,60 (em média)
papel de seda... R$ 0,03
material impresso... R$ 0,30
caixa de papelão... reaproveite caixas, não tenha essa gasto!
papel craft... R$ 0,05

total do custo com embalagem :: R$ 0,98

total do custo com matéria-prima (palpável) do estojo :: R$ 8,24 + R$ 0,98 = R$ 9,22

CONSIDERAÇÕES
  • É com essa lista que você poderá ver onde pode cortar despesas com matéria prima, quais materiais podem ser substituído por outros, pensar em parcerias com fornecedores...
  • Como eu disse no início, cada negócio é específico. Se você, por exemplo, para fazer um agrado manda sempre um presentinho com a encomenda, inclua nessa lista, pois isso também é despesa com matéria-prima!
  • Pode ser que no seu negócio seja difícil mesmo calcular alguns gastos com materiais! Nesse caso, você precisa usar uma pouco a sua intuição (baseada na sua experiência, claro!), para encontrar alguns desses valores!
  • Esse ainda não é seu preço de custo final... é só o gasto com matéria-prima! Ainda temos que adicionar o valor do seu trabalho e os custos fixos do seu negócio, o que vamos ver no próximo post da série!
  • Supondo que os preços que eu usei aqui sejam mais ou menos reais: como alguém poderia vender um estojo de tecido, com essas especificações, por R$ 10,00, se só com matéria prima + embalagem gastou R$ 9,22?

Agora é a sua vez de compartilhar: como você calcula os custos com materiais do seu produto? Como você se organiza nessa questão?