................ ................ ................ ................

{ identidade visual }, o que é isso afinal?

Por Melina Pettendorfer

Existe muita confusão entre marca, identidade visual, logomarca, desenho... como isso tudo deve ser usado e ajudar no meu negócio?

JÁ ESCUTAMOS
Eu tenho uma amiga que desenha super bem, ela fez a minha marca que é um desenho fofo de uma boneca cheia de detalhes, borboletas, uma mesa com objetos, etc, etc, etc. Ficou perfeito e eu adorei!

O QUE PENSAMOS
A identidade visual é um componente fundamental para sua marca pois é através dela que você irá transmitir e expressar os valores, estilo e, principalmente, a essência do seu negócio. Quando vendemos pela internet, o produto não se apresenta nas mãos do cliente para ajudar a carregar esses valores e a identidade visual se torna fundamental para, além de expressar tudo isso, te diferenciar e te destacar!


Para pensar na identidade visual do seu negócio, alguns conceitos são fundamentais:

1) Colocando nomes nos bois
Em geral, a marca é composta de um logotipo e um símbolo. Uma marca pode não ter um símbolo (como a da coca-cola) e assinar apenas o seu nome, quando é assim, ela pode ser chamada de logotipo apenas. Em inglês, a marca é conhecida por "logo", por conta disso, o termo "logomarca" acaba se tornando uma redundância (como dizer marca-marca) e não é usado pelos profissionais de design.

A marca faz parte do SIV (Sistema de Identidade Visual), que é formado por ela e por mais uma série de outros componentes como as cores institucionais, alfabeto institucional, além de outros eventuais elementos que podem ser criados para itens específicos como material de papelaria, letreiros, uniformes, sinalização, embalagens, etc.

2) Defina e posicione sua empresa
Antes de começar a pensar na identidade visual da sua empresa, é preciso que você entenda e defina o seu negócio e isso significa restringir e delimitar sua atividade e seu estilo. Se você gosta de cozinhar, também adora scrap e curte fotografia é interessante escolher um desses caminhos para se especializar e se concentrar. Melhor você trabalhar uma marca que foque um dos segmentos e se especializar nele! Se você gosta de desenho, passeie em blogs e sites de ilustradores e estude muito para se diferenciar e descobrir qual é o seu traço e o seu estilo. Passear nos mais diversos estilos e acabar por desenvolver trabalhos "similares" a empresas existentes não vai fazer sua marca ser percebida com valor e profissionalismo, e sim, como uma "genérica" de outra empresa.

3) Marca X Desenho
Diferente de um desenho, uma marca deve ser clara e objetiva e pra isso contar com poucos elementos. Claro que uma ilustração toda detalhada e cheio de fofuras pode ter tudo à ver com a sua essência e pode servir como apoio no seu Sistema de Identidade Visual. Mas a marca em si deve ir além... é graças à esta objetividade visual (menos elementos, menos cores) que você vai consegui aplicá-la nos mais diversos suportes e, ainda assim, ela vai ser reconhecida e seu trabalho será lembrado.

4) Identidade X Idêntico
É bacana que cada item do seu SIV (topo de blog, tags, papelaria, carimbos, uniformes, brindes para os clientes, etc.) tenha uma aplicação diferente mas mantendo a identidade. Dessa forma sua identidade visual não fica repetitiva e sim esperta e inteligente como seu negócio!

5) Ajuda de um profissional
Esses pontos te ajudam a refletir sobre a sua marca, mas o profissional mais apto para trabalhar a sua identidade visual é o designer. Eu e Rapha somos formados em desenho industrial e certamente essa formação foi fundamental para criar marcas. Haja bagagem visual, poder de síntese e conhecimentos técnicos para transformar toda a essência e características de uma empresa em uma identidade coerente e adequada para seu negócio. Mas sabemos que existem muitos profissionais no mercado praticando o design e vendendo o trabalho de marca então cheque, verifique e veja outros trabalhos desse profissional tem essas características comentadas acima. Lembrando das suas intenções que são: se diferenciar e se destacar!

Dicas para ter uma marca forte
Na hora de passar o briefing, ou seja, de conversar com o profissional sobre sua marca e contar pra ele suas intenções, não se atenha na solução visual (ex. quero uma borboleta na marca ou quero um menino com uma pipa) coloque suas energias em palavras para descrever o seu negócio, conte para ele porque você se destaca, qual a sua característica marcante? Porque os clientes devem te contratar e não seu concorrente? Deixe que o profissional traduza essas informações em visual para você!

VAMOS CONVERSAR?
E você? Como criou a sua identidade visual? Houve a ajuda de um profissional da área? Você mesma cuidou dela? Como é o feedback dos clientes?