................ ................ ................ ................

TIPOS DE ENVIO DE ENCOMENDAS DOS CORREIOS

Por Esther Gasciarino
ScrapStuff }

Como você envia suas encomendas? Os Correios mesmo não possuindo um serviço barato, atinge todo o país e, acreditem, para objetos leves ainda têm um preço competitivo em relação às transportadoras e oferecem a possibilidade de cálculo online do valor e prazo de envio.

Se você optou por utilizar os serviços dos Correios em seu negócio, damos aqui algumas dicas:

Existem várias modalidades de envio. A grande maioria das lojas de produtos handmade trabalha com cálculo automático Sedex simples e PAC dos Correios, e dependendo do produto, alguns lojistas também utilizam o envio por Carta Registrada, mesmo contrariando as permissões dos Correios (carta registrada não pode conter produtos mercantis).


As principais características destas três modalidades são as seguintes:

Sedex. É a postagem mais rápida (e cara). O valor da postagem é calculado em função do peso cúbico do pacote x o peso real (o que for maior) x CEP destino. Tem seguro automático de R$ 50,00. Importante: o cálculo do valor do Sedex em função do peso cúbico entrou em vigor recentemente, em abril de 2011.

PAC. É a entrega mais demorada. Para algumas localidades o valor chega a ser 50% mais em conta do que a postagem por Sedex. O valor da postagem é calculado em função do peso cúbico do pacote versus o peso real (o que for maior) x CEP destino. Também tem seguro automático de R$ 50,00.

Carta Registrada. Leva em média 3 dias para chegar ao destino. O preço é fixo para todo o país. Tem limite de peso e também há restrições de conteúdo. Basicamete você pode enviar papéis, revistas, CDs, DVDs, álbuns de fotos, documentos, desde que o peso não ultrapasse 500g. Se você enviar produtos não autorizados, no caso de abertura do pacote pelos Correios durante o envio, você estará sujeito a pagar uma multa. Não tem seguro automático. O seguro é permitido e deve ser sempre calculado pelo valor declarado do conteúdo (recomendo fazer sempre). Para saber o que pode e o que não pode, recomendo ler essas informações.

Não abordamos aqui os serviços por contrato como o E-Sedex, pois os Correios cobram uma tarifa mensal fixa caso o lojista utilize ou não o serviço. O valor da postagem é interessantíssimo: cerca de 50% mais barato que o valor do Sedex convencional. Porém não tem abrangência em todo o território. E esta política de contrato por “bandeirada mínima” torna inviável o uso destes serviços pela maioria dos lojistas que trabalham com produtos handmade.

Compartilhe com a gente: você imagina o quanto o valor do frete causa impacto nas suas vendas? Você usa outro sistema de entregas que não seja os Correios?