................ ................ ................ ................

as regras, os clientes e o dia-a-dia de seu negócio

por Ana Amélia de Oliveira . Livros da Joaninha

Quando pequena sempre ouvia da minha mãe: “as regras estão aí para serem seguidas”. Por muito tempo tive preconceito com esta frase, pois ela parecia um tanto autoritária. Com o passar dos anos e com a chegada da maturidade entendi que as regras poderiam ser discutidas, criticadas e até alteradas, mas para isso, em um primeiro momento, eu precisava segui-las e caso achasse que algo era inadequado teria argumentos suficiente para defender minha posição.

{ créditos :: livros da joaninha }

Esta experiência pessoal foi aplicada ao meu handmade business e tem dado muito certo. Ao abrir meu negócio, optei por um atendimento feito 100% por email. Esta decisão foi tomada por acreditar que era a melhor forma para organizar meu tempo. Como muitos artesãos, eu tenho um emprego formal que exige 8 horas do meu dia. Sendo assim, possuo uma média de 5 horas diárias para aplicar na produção das peças, atualização das redes sociais e atendimento aos clientes. Se optasse por um atendimento presencial ou via telefone, não conseguiria dar conta de tudo.

Alguns clientes, eventualmente, solicitam meu telefone para contato. Educadamente e de forma sincera respondo que não presto este tipo de atendimento e que nosso contato deverá ser feito apenas por email, pois não disponho de uma linha telefônica para este fim. Corro o risco de perder um cliente por isso? Claro que sim! Mas o fato de atendê-lo da forma como ele gostaria não é garantia de que ele será meu cliente. Sendo assim, prefiro preservar esta prática, pois é o que garante o bom funcionamento e a organização do meu “pequeno grande negócio”.

Vejo muitos empreendedores que fazem tudo e mais um pouco para captar um novo cliente. O que faz a fidelização de um cliente não é a realização de todas as suas vontades e sim a qualidade do produto, bom atendimento, respeito ao prazo combinado, cuidado no envio... É importante ele saber que seu negócio é algo sério e importante para você e exatamente por isto há regras que devem ser seguidas. E isso também vale para você. Se você prometeu que entregaria um pedido em 10 dias, cumpra o prazo. Caso ocorra um imprevisto que inviabilize isso, entre em contato com o cliente e de forma sincera explique a situação. Caso ele não aceite suas explicações, compreenda! Afinal de contas, foi você que não honrou com seu compromisso.

Claro que uma regra pode e deve ser mudada se seu bom senso assim determinar. Lembre-se de fazer isso de forma responsável e consciente. Imagine você chegando em uma loja que encontra-se fechada pois não há um horário estabelecido de atendimento. Com certeza você não voltaria mais. Em respeito ao seu cliente é importante deixar essas regras claras.

Opções de pagamento, prazo de produção, forma de contato são algumas das regras que você deve pensar e estabelecer no momento da abertura do seu handmade business. Elas serão essenciais no alcance do seu sucesso e devem fazer parte do seu planejamento.

E você, já estabeleceu as regras para o bom funcionamento do seu negócio? Consegue colocá-las em prática? Onde sente maior dificuldade? Estamos curiosos para ler sua experiência.