................ ................ ................ ................

como você se comporta nas redes sociais?

por Ana Amélia de Oliveira . Livros da Joaninha

A maioria das artesãs que possuem um handmade business participam de redes sociais com blog, Facebook, Twitter, Flickr, Pinterest entre outros. Eu mesma sou um exemplo de artesã que utiliza as redes sociais para divulgação e interação com clientes/admiradores do meu trabalho. Por ser bastante atuante, posso afirmar que manter-se de forma atrativa nas redes sociais exige dedicação e demanda algumas horas semanais.

Apesar dessas ferramentas estarem disponíveis para todos, ainda é muito comum encontrarmos pessoas que ao invés de investirem na sua página/perfil usam páginas alheias para se promoverem.

 { créditos :: tee shirt illustration }

Vamos imaginar a seguinte situação: Luciana faz lindas peças de tricô e mantém um blog ativo e uma página no Facebook. Para publicar cada postagem em seu blog/Facebook dedica tempo e pesquisa. Faz tudo com muito cuidado. Escreve e reescreve seus textos muitas vezes antes de publicar. Visita os bancos de imagens disponíveis no Google diariamente para colher material interessante e sempre que possível interage com outras artesãs das mais diversas áreas.

Por tudo isso e pela qualidade do seu trabalho sua página no Facebook atualmente está com mais de 600 fãs e seu blog já está na casa dos 1000 seguidores. Dia desses achou a imagem de um lindo passarinho de feltro no Pinterest e compartilhou com seus leitores em sua página no facebook com a seguinte descrição: -Amei! Quero muito! 

O passarinho fofo foi curtido por vários leitores e muitos comentaram coisas do tipo: - ai que fofo! - tbém quero!! - amei a dica. Até que uma artesã que trabalha com feltro fez o seguinte comentário: - Meninas, também faço esses passarinhos. Tenho alguns para vender. Vejam aqui nesse link.

Convido a todos a fazerem uma reflexão sobre o assunto. Será que esta artesã agiu de forma correta? Será que devemos oferecer nosso trabalho em páginas alheias sem pedir autorização? Devo oferecer meu trabalho na página de outra artesã sem ao menos saber se ela aprova minha produção? Como havia contado no começo dessa historinha, Luciana dedica horas para manter sua página popular, para conquistar mais fãs, e tem um cuidado com tudo o que vai ser publicado. Agir dessa forma é pegar carona no sucesso alheio.

Em um primeiro momento você pode até alcançar um bom retorno, mas em um segundo momento corre o risco de ser vista como oportunista e como alguém que não consegue caminhar com as próprias pernas.

É comum encontrarmos pessoas que visitam blogs apenas com a intenção de se promoverem. Comentários do tipo “Vim aqui te visitar, agora espero tua visita!” ou ainda “Estou te seguindo, me segue de volta!” são completamente condenáveis por profissionais que fazem um trabalho sério e que encaram as redes sociais com responsabilidade.

Ao invés de utilizar seu tempo para este tipo de prática recomendo que o invista no aprimoramento de suas postagens, na qualidade dos seus produtos... Acredite: as pessoas não vão te seguir ou curtir porque você quer. Isso é conseqüência de um trabalho bem feito, de atualizações pertinentes e de muita dedicação.

Caso você queira divulgar seu trabalho em um blog/página que admira, o mais indicado é que entre em contato com a pessoa responsável. Apresente seu trabalho e converse sobre a disponibilidade para uma parceria. Afinal de contas, o que você quer? Ser uma artesã conhecida por sua capacidade e habilidade ou uma artesã oportunista e que pega carona no sucesso alheio?

Tenho certeza que você já sabe a resposta!

Vamos conversar? Queremos muito saber como você se comporta nas redes sociais e qual seu planejamento para conquistar admiradores de forma responsável.


craft, artesanato, patchwork, máquina de costura, botões, sabonetes artesanais, eu amo craft