................ ................ ................ ................

afinal, o que é marketing?!

por Lu Picoral . artesanal

Sempre falamos sobre marketing aqui no Assim, Sim!, mas você sabe dizer o que ele significa e por que é tão importante para seu negócio?

Marketing é uma expressão da língua inglesa derivada do latim mercátus; em português, significa comercialização ou mercadologia (estudo de mercado).

Das muitas definições possíveis a partir do detalhamento destes termos, prefiro focar naquela que diz que o verdadeiro marketing não tenta criar necessidades nos clientes, e sim satisfazê-las através de um conjunto de processos que engloba (de forma geral) a criação, a comunicação e a entrega de valor aos clientes. Lembre que você não deve parar aqui (na entrega), pois o relacionamento com seu cliente também deve ser levado em consideração.

 { crédito da imagem :: holiday jenny }

Enfim, marketing é uma filosofia de trabalho no qual as empresas buscam encontrar e manter clientes. Para isso, pesquisam e estudam muito para compreender como é seu mercado e como atender às suas necessidades.

Ok, entendi, mas como faço isto?
Vamos começar definindo as 4 ferramentas básicas que compõem o mix de marketing e devem aplicar os objetivos de marketing no mercado-alvo. Você já deve ter ouvido falar nelas como os famosos 4Ps: produto, preço, pdv (ponto de venda) e promoção (no sentido de comunicação).

Produto: variedade, qualidade, design, caracterísitcas, nome de marca, embalagem, tamanhos, serviços, garantias, devoluções.

A escolha do nome da sua marca é o início de todo o processo, pois é ele que apresentará seus produtos no primeiro momento. Junto com isso você não pode esquecer de pensar no diferencial que irá oferecer. Para ajudar a entender o que é diferencial, que tal reler o post da Ana Amélia, intitulado procure o seu diferencial?

Preço: preço, descontos, concessões, prazos, condições.
Sim, todos estes tópicos fazem parte do preço e precisam ser definidos com regras claras e objetivas. Para ler mais a respeito deste assunto, revisite o post sobre preços, escrito por Cecília Chiarini.

Promoção: promoção de vendas, publicidade, força de vendas, relações públicas, marketing direto.
Pense em como promover a sua marca: anunciar em mídias formais, como TV e jornal, vale a pena? Você pretende fazer parcerias com outras artesãs e participar de feiras∕bazares? Como muito bem destacou Melina Pettendorfer, divulgar é preciso! Caso contrário, como os clientes saberão de sua existência?

PDV: canais, cobertura, variedade, locais, estoque, transporte.
Mesmo que você esteja pensando “mas eu não sou uma loja física tradicional, então por que pensar em ponto de venda?” termine a leitura. O seu ponto de venda é o local de exposição de seus produtos, seja seu ateliê, seu blog, sua página do face ou sua loja virtual.

É importante avaliar o que vale mais a pena para seu negócio. Algumas marcas optam por vender em mais de uma loja virtual ao mesmo tempo, aproveitando o que há de melhor em cada uma – mas isso funcionará para você?

Quem sabe o caminho está na lojinha da esquina (ou seja, você produz no ateliê, mas a venda de seus cartões é feita somente em papelarias do bairro)? Que tal avaliar a possibilidade de vender em lojas colaborativas, como sugeriu a Thiara Ney? Como será o seu estoque de produtos e matérias-prima; como apresentar os produtos nas prateleiras; como será feito o transporte até outras lojas ou mesmo até seu cliente?

São tantas perguntas que você já está confusa? Calma, isso faz parte do planejamento. Respire fundo, relaxe e foque: o primeiro passo é de reflexão mesmo. Estude muito e concentre-se em promover o seu estilo e o seu talento. Nada de tomar o caminho mais fácil e sair copiando o que já está pronto (a médio e longo prazo obviamente isso dará errado).

Releia os posts indicados e procure por outros de seu interesse na barra lateral do site. Se ainda assim faltarem informações... que bom, pois estamos ansiosas por transformar suas dúvidas em novos textos!